Home » Formações » Missão: razão principal de existência da comunidade de fé

Missão: razão principal de existência da comunidade de fé


Pascom | 16 outubro, 2015

COMPARTILHE ESTA PAGINA


Wellington NonatoA palavra missão vem do latim missione, que significa ação, tarefa, ordem ou compromisso, participar de uma missão e estar ao lado de Deus, de Sua intenção de amar e promover o ser humano.

A Bíblia apresenta ao cristão a promessa e a necessidade de o crente ser batizado pelo Espírito Santo, assim constitui uma tarefa evangelizante da igreja, que é a construção do reino de Deus.

A missão de Deus no mundo é estabelecer seu reino. É nessa certeza que Ele constitui o poder real de um coração missionário em seus servos. Para isso, capacita, transforma, restaura e conduz os seus escolhidos para que possam levar a luz divina para todos que têm sede da sua Palavra. “Vem agora, eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel do Egito”. (Ex 3,10).

Ser missionário é encarar o amor divino nas formas mais diversas da realidade humana, pois muitas vezes é preciso ir a lugares afastados e difíceis acessos e de circunstâncias extremamente precárias. Ali os missionários se deparam muitas vezes com situações que fogem de suas realidades. São inúmeras as situações que os fazem pensar por que isto acontece? Por que tem que ser assim? Por isso cada missionário precisa ter o carisma da motivação para agir com o ardor de servir mesmo a este Deus e levar para aqueles que tanto necessitam o Jesus Cristo, o único que é capaz de trazer a salvação.

Geralmente esses serviços missionários são feitos em ONGs, abrigos, grupos de riscos, clínicas, etc., com um único intuito: levar a Boa Nova, o sentido do Evangelho para que sejam pregados entre todas as criaturas. Onde houver povo oprimido levantando o seu clamor lá será anunciado o Evangelho.

Por isso nunca será possível fazer uma missão sem se envolver plenamente na missão. Todos os que se envolvem literalmente na causa, são os chamados e escolhidos por Deus para realização desta grande tarefa, trazendo consigo três boas práticas: A de ir, orar e contribuir. A missão é feita com os pés dos que partem… Com os joelhos dos que rezam. E das mãos que ajudam.

E todos nós somos responsáveis em promover este ardor missionário, todos nós somos chamados a sair em missão em nossa comunidade, pois assim estaremos plantando sementinhas nos corações que têm sede e fome de Jesus Cristo, este Deus maravilhoso que tudo sabe e tudo pode transformar.

Tudo posso naquele que me fortalece”.

Wellington Nonato servo do grupo de oração Jovens em Missão

Deixe um comentário